segunda-feira, 27 de abril de 2015

10 verdades sobre psicoterapia que você precisa saber

Começar a fazer psicoterapia é começar uma jornada rumo ao autoconhecimento, não importa o motivo que lhe fez procurar ajuda profissional, pois, no final, você saberá muito mais sobre si mesmo do que em qualquer outro momento da sua vida.

Dez Verdades Sobre Psicoterapia que Você Precisa Saber
A psicoterapia é um jornada que se começa sozinho quando se tem um problema e decide-se procurar ajuda de um profissional.

Entenda Sobre a Psicoterapia

Depois de procurar ajuda profissional, a jornada passa a ser a dois e às vezes, quando as coisas estão muito pesadas, o psicoterapeuta ajuda a carregar o peso, mas lembre-se, a jornada é sua.


A Psicoterapia é uma Jornada para o Cliente na qual ele conta com a Companhia do Terapeuta

Nesse post compartilho as dez coisas que penso serem importante qualquer pessoa saber no início da psicoterapia. São algumas coisas que falo para os meus pacientes, às vezes no primeiro dia de tratamento deles comigo, e outras coisas são o que eles relatam acontecer com eles e me perguntam se é normal.

Então, imaginemos que você está comigo no consultório... e vou lhe dizer algumas coisas que você precisa saber antes de marcarmos nossa próxima sessão:


1 - Eu não prometo que vai ser fácil, mas prometo que você pode contar comigo

Fazer psicoterapia consiste em se arriscar a olhar as próprias dores, sendo que o que é comum é que as pessoas fujam de falar delas. Mas, quando se olha as dores com a ajuda de alguém que vê além, que não está envolvido emocionalmente com seus problemas, é possível entender os padrões de comportamento e de repetição, os entraves e ver as possibilidades de ajustes e mudanças.

Sendo assim, se em algum momento as coisas estiverem muito difíceis me avisa, entra em contato, manda sinal de fumaça, você não precisa passar por isso sozinho (a).

Mas, quando se olha as dores com a ajuda de alguém que vê além, que não está envolvido emocionalmente com seus problemas, é possível entender os padrões de comportamento e de repetição, os entraves e ver as possibilidades de ajustes e mudanças.

2 - Vai doer mas você vai ver que vai valer à pena


Mexer em mágoas, traumas, desilusões é difícil, é como mexer em uma ferida muito inflamada. Dói muito, mas, é o início da cura. Assim como com a ferida, a dor emocional precisa ser cuidada, higienizada, se tiver pus tem que espremer e passar remédio até melhorar.


Fazer Psicoterapia dói muito, mas, é o início da cura. Assim como com a ferida, a dor emocional precisa ser cuidada, higienizada, se tiver pus tem que espremer e passar remédio até melhorar.
    3 - Vai ter dias que você vai ter vontade de desistir

    É comum, durante o processo psicoterapêutico, sentir vontade de faltar à sessão, mas, justamente nesses dias você precisa fazer de tudo para vir. Essa falta de vontade de ir para a terapia acontece com todo mundo em algum momento, é o que chamamos de resistência, que é quando o paciente resiste e quer evitar o enfrentamento de determinados assuntos, isso pode ser um sinal de que estamos chegando perto do sintoma, de entender o que lhe acontece.

    Essa falta de vontade de ir para a terapia acontece com todo mundo em algum momento, é o que chamamos de resistência, que é quando o paciente resiste e quer evitar o enfrentamento de determinados assuntos, isso pode ser um sinal de que estamos chegando perto do sintoma, de entender o que lhe acontece.


    4 - Eu não vou ser boazinha com você

    Mesmo percebendo que alguns assuntos lhe incomoda, machucam e até te magoam, vou ter que falar e perguntar sobre eles. Claro que você não tem obrigação de falar, mas, em algum momento vai ser necessário. 

    Se for algo muito difícil de lidar, me fale, eu não tenho bola de cristal e não saberei se você não disser que está te machucando. Se eu insistir é porque sei que você aguenta, que é forte, do contrário, não teria sobrevivido até aqui. 


    Na Psicoterapia, se for algo muito difícil de lidar, me fale, eu não tenho bola de cristal e não saberei se você não disser que está te machucando. Se eu insistir é porque sei que você aguenta, que é forte, do contrário, não teria sobrevivido até aqui.

    5 - Vai ter dias que você vai pensar que não tem nada pra dizer 

    É corriqueiro os pacientes comentarem, após uma sessão em que tenha falado muito, que saiu de casa achando que não tinha nada para falar ou contar. Justamente nesses dias é muito importante não desistir e ir mesmo assim para a psicoterapia, pois são os momentos que mais rendem.

    Acredito que isso acontece porque a pessoa está relaxada, despreocupada, sem ter um script na cabeça. Essa situação é bem interessante porque abre espaço para a pessoa se lembrar de coisas que nunca tinha dito ao psicoterapeuta ou perceber coisas que nunca tinha percebido. 


    Justamente nesses dias é muito importante não desistir e ir mesmo assim para a psicoterapia, pois são os momentos que mais rendem.


    6 - Vai ter momentos que você vai ter raiva de mim porque vou lhe responsabilizar por suas escolhas 

    Tem momentos que o paciente se aborrecem com o psicoterapeuta, principalmente quando tentamos fazer a pessoa se responsabilizar por quem é, pelas escolhas que faz, isso contaria a imagem equivocada que muitos tem de que o profissional da psicologia é bonzinho.
    7 - Você vai pensar em mim muitas vezes e vai conversar comigo em seu pensamento

    É muito engraçado como as pessoas ficam assustadas quando começam a pensar muito no psicoterapeuta e a conversar com ele na imaginação, com os botões. Saiba que isso é comum e que é um sinal de que você tem uma relação de confiança e segurança comigo.

    A psicoterapia não se restringe ao consultório, portanto, você sentirá essa predisposição para pensar sobre os temas que temos trabalhado mesmo quando não é dia de sessão, pois, o trabalho psicoterapêutico não sessa. 


    Na Psicoterapia, isso é comum e que é um sinal de que você tem uma relação de confiança e segurança comigo.

    8 - Você não tem que concordar comigo

    Os pacientes geralmente acham que tem que concordar com todas as hipóteses que o psicoterapeuta levanta acerca de seus comportamentos e outras coisas, mas isso é uma tentativa de melhorar a percepção do paciente. 

    Saiba que você não tem obrigação de concordar com tudo que digo, pois, só você sabe da sua história, deixe claro quando  algo não fizer sentido para você. Isso inclusive vai me ajudar a melhorar minha percepção enquanto psicoterapeuta.


    Saiba que você não tem obrigação de concordar com tudo que digo, pois, só você sabe da sua história, deixe claro quando  algo não fizer sentido para você. Isso inclusive vai me ajudar a melhorar minha percepção enquanto psicoterapeuta.

    9 - O sucesso no tratamento depende de mim e de você

    O trabalho na psicoterapia é um trabalho conjunto entre psicoterapeuta e paciente, eu como psicoterapeuta não tenho como fazer tudo por você, a mudança e a melhora vai depender do seu esforço em se abrir, avaliar minhas análises, dividir como você se sente e como as coisas lhe afetam e principalmente não desistir.
    10 - Você pode desistir quando quiser

    Ninguém tem obrigação de continuar em algo que não quer ou não faz mais sentido. A qualquer momento você pode deixar a psicoterapia, mas, antes de sumir vamos tentar entender o que está acontecendo?

    Geralmente, quando a pessoa pensa em desistir é porque o trabalho tem mexido nas questões relacionadas ao problema e isso pode gerar insegurança e ansiedade no paciente. Por outro lado, pode ser que não aconteceu uma identificação do paciente com o psicoterapeuta ou com o método de trabalho, então é preciso avaliar qual dessas situações está ocorrendo com você. 

    Antes de desistir é muito importante fazer um processo de fechamento das questões emocionais e psicológicas que foram mexidas até então. Para que a pessoa não fique com a sensação de interrupção. Esse é um momento que pode promover grande crescimento no paciente e no psicoterapeuta.


     Esse é um momento que pode promover grande crescimento no paciente e no psicoterapeuta.

    A psicoterapia é uma grande jornada para o autoconhecimento. Tem suas dificuldades mas também tem suas belezas como em qualquer caminho. A coisa mais importante a saber é que o viajante terá sempre a companhia segura do seu psicoterapeuta e este irá lhe ajudar a segurar o peso da bagagem quando essa pesar muito.

    ARTIGOS