sexta-feira, 11 de maio de 2018

A importância do apoio da família no adoecimento

O adoecimento traz muitas dificuldades psíquicas e físicas para a pessoa acometida por algum tipo de doença crônica e para sua família. Essa situação gera a necessidade de entendido e enfrentamento por todos os envolvidos. 


Ajuda de psicóloga , apoio psicológico, como lidar com doença
Fonte da imagem: Google

Por essa razão, torna-se muito importante o apoio familiar e o auxílio da rede de assistência médica, social e psicológica para dar o suporte necessário para a construção do processo de cuidado

Quando a pessoa já está informada da sua enfermidade, ela passa por fases de desordem mental como a negação, frustração e culpa e, a partir desse momento também começam as mudanças na rotina. A vida social da pessoa acometida pela doença crônica se transforma e há casos que a pessoa se recolhe da sociedade, devido  a uma instabilidade emocional


atendimento psicológico
Fonte da imagem: Freepik
Por esse motivo, começa a necessidade do apoio familiar. A família precisa fazer parte da rotina do paciente, pois é através desse apoio que ele irá sentir-se mais seguro e fortalecido no tratamento, contribuindo para a melhora ou reestabelecimento da sua saúde.

O processo de cuidado no adoecimento não deve contar apenas com a família, precisa envolver um conjunto de atores como a comunidade, assistência médica e psicológica, bem como a rede de assistência social que vai assegurar e garantir os direitos da família e da pessoa que tem a doença crônica.  

O adoecimento leva o doente e sua família a condições vulneráveis e a dificuldade em lidar com a situação. A busca de suporte emocional de uma psicóloga (o) ajudará no enfrentamento da doença.


como lidar com a doença
Fonte da imagem: Google
O que uma psicóloga ou psicólogo poderá fazer para dar o suporte necessário?  
  
O papel da psicóloga ou psicólogo é entender as necessidades do paciente e da família nesse contexto do adoecimento, trabalhar seus sentimentos e emoções, mediar a relação com a equipe médica caso seja necessário,  ajudar a construir um novo olhar que contribua para um processo de ressignificação desse processo. 

Oferecer o suporte é fundamental para a pessoa que passa por situação de adoecimento, bem como para sua família, para que possam desenvolver maneiras de enfrentamento desse problema, desde a aceitação até o fechamento do processo, se for o caso.


Referências consultadas:

Bard J. L. S.; Sant’Anna. V. L. N.; Giovenardi, M.; Bellini M. I. B. Família Cuidadora: A (re) organização familiar frente ao Adoecimento. (Relato de pesquisa)

Leia também:


 Clique para agendar atendimento com a psicóloga Maria Cristiane Oslicki em Curitiba   Fale com a psicóloga Maria Cristiane Oslicki

Psicóloga on line, Atendimento Psicológico On Line, Orientação Psicológica On Line


****** Siga Maria Cristiane nas redes sociais ******
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, escreva seu comentário expondo sua dúvida em relação ao assunto, dando sua opinião ou fazendo uma crítica construtiva. Não se preocupe, o que você escrever ficará entre nós, pois, os comentários serão mantidos privados para preservar a privacidade de quem deseja expressar sua opinião.

ARTIGOS